sexta-feira, 6 de janeiro de 2017

Existem duas ciências.

Texto criado por: Roberto das Neves

Existem duas ciências.




A falsa ciência, criada pelos homens dúbios, para tentar afastar a humanidade do entendimento, do conhecimento da verdadeira Ciência, a Ciência Experimentalista, através dos verdadeiros cientistas: os experimentalistas, os inventores, os projetistas, os profissionais da pesquisa em saúde, etc.

Os adeptos da falsa ciência, tentam mostrar que a humanidade não passa de um ínfimo grão de areia, dentro de um suposto universo infinito, que a Terra é apenas mais um insignificante planetinha, que o nosso sol é enorme, mas, é apenas mais um dos bilhões de estrelas, que supostamente, seriam centenas de vezes maiores que o sol.
Que a nossa Lua é apenas mais um, dos supostos satélites em volta dos supostos planetas que estariam em volta do sol, no suposto sistema estelar.
Que somos constantemente ameaçados por supostos cometas e meteoros, que nós humanos, somos apenas fruto do acaso, e que descendemos dos primatas, e que todas as espécies existentes na Terra se originaram de um suposto organismo inicial, e por aí afora.

Todas essas coisas, todas essas teorias, não se adequam à verdadeira Ciência, a Ciência experimentalista, não são prováveis, estão apenas firmadas em ideias filosóficas, não são teorias reprodutíveis e analisáveis.

Se apropriaram da verdadeira Ciência e desenvolveram falsas ciências, chamadas de: astronomia, datação geológica, filosofia, psiquiatria, psicanálise, física quântica, evolucionismo, matemática teórica, para tentar convencer que nós humanos, somos um nada, que supostamente somos fruto do acaso.

Durante muito tempo, eu fui doutrinado por essas falsas ciências, acreditava nas supostas evidências apresentadas por elas, confiava em seus cálculos matemáticos teóricos, confiava nas supostas fotos, ilustrações e “análises” da evolução, confiava nas “análises” das pedras sobre a suposta idade da Terra, confiava em supostas fotos tiradas do espaço, falsas fotos tiradas de planetas, falsas fotos de satélites, falsas fotos de naves, falsas fotos da Terra, falsas fotos do universo, de galáxias, de explosões de estrelas, todas elas falsas evidências, falsas fotos baseadas em ilustrações e fotos falsas sobre evolução.

Contudo, ao passar dos anos, eu comecei a desconfiar dessas supostas evidências, descobri que haviam muitas outras pessoas que também desconfiavam, descobri que muitos verdadeiros cientistas, experimentalistas e inventores, também duvidavam e eram perseguidos, e seus experimentos e invenções eram confiscados, roubados e entregues para falsos cientistas, que adulteravam os resultados desses experimentos para validar suas falsas hipóteses e teorias ou, para simplesmente lucrar em cima dos trabalhos dos verdadeiros cientistas, dos verdadeiros inventores, dos verdadeiros projetistas, dos verdadeiros experimentalistas.

Precisamos resgatar o conhecimento empírico, analisar o que vemos, que experimentamos e tirar conclusões reais, baseadas no experimentalismo científico, e não em conclusões teóricas direcionadas.

Quando não conseguiam roubar as ideias e os resultados experimentalistas, eles simplesmente adulteravam os resultados através da criação de novas teorias matemáticas “científicas”.

Descobri que as evidencias usadas para “validar” a evolução, eram todas falsas, ou, interpretações erradas e falaciosas dos achados fósseis.

Descobri que as fotos do espaço eram apenas criações de imagens, através de programas como por exemplo: Illustrator, Photoshop, Ata, After efects, Corel, CGIs, baseadas em ilustrações à mão muito criativas, mas, não passavam de ilustrações, não eram fotos reais, quando muito, eram apenas fotografias de ilustrações pintadas sobre como seria a Terra, fotomontagens, e truques fotográficos para simular fases da Terra e da Lua sobre as ilustrações.

Todas as imagens paradas ou em movimento de: planetas, estrelas, constelações, galáxias, sistemas estelares, explosões de estrelas, meteoros, cometas e muitas outras imagens, não passam de animações, não são imagens reais filmadas, são apenas imagens criadas através de programas de computador feitas em softwares de animação 3D baseadas em ilustrações criativas.

Descobri que as filmagens dos astronautas em naves, são apenas imagens filmadas em aviões de zeroG, ou, em estúdios com chroma key, trabalhadas com softwares para apagar os fios que sustentam os supostos astronautas e objetos que aparentemente pairavam no espaço sem gravidade, e esses supostos astronautas, alguns que estão com cabelos compridos, recebem um banho de laquê nos cabelos para parecerem que eles estão flutuando, aliás, muito laquê e nenhuma criatividade.

Alguns que acreditam que houve uma viagem a Lua, dizem o seguinte:

“Olha, se a ida do homem à lua fosse uma farsa, a União Soviética seria a primeira a querer desmascarar, pois durante a guerra fria EUA e União Soviética duelavam na corrida espacial. E Entre os vários feitos, a Rússia colocou o primeiro ser vivo em orbita através do Sputnik 2”.

Acontece o seguinte em relação aos EUA e URSS: A URSS foi a primeira a perceber que um suposto satélite lançado ao espaço, traria dividendos sobre a “grandiosidade” do sistema socialista.

Uma propaganda criada para divulgar a “eficiência do socialismo” que seria divulgada gratuitamente por e para todo o mundo.

Na época, os EUA foram pegos de calças abaixadas, não tinham como refutar os supostos lançamentos ao espaço e satélites e então, embarcaram na mentira para enganar toda a humanidade.

Criaram a nasa, para nos iludir através de supostos lançamentos de satélites, enquanto a URSS se aprimorava na criação de mais mentiras, informando que estavam lançando ao espaço animais e posteriormente, humanos.

Tanto a nasa, quanto a ex-urss, jamais acusaram uma à outra de fraudes nos lançamentos.

As duas participaram e participam das fraudes, não podem se acusar, pois as duas estão juntas no engano da humanidade.

Nenhuma delas, e nenhuma das novas nações que supostamente estão lançando foguetes ao espaço, jamais mostraram imagens dos lançamentos de foguetes até o fim. Não existem filmagens dos foguetes alcançando a órbita baixa ou a órbita alta.

Quando os foguetes começam a fazer uma curva, eles cortam as imagens e mudam para imagens da população assistindo, ou, para imagens dos operadores que supostamente estão monitorando o lançamento.

Não existe uma única gravação completa dos lançamentos.

Um teatro de mentiras se formou para nos enganar, potências governamentais antagônicas se apoiam para manter esse teatro, e até hoje somos iludidos por empresas governamentais de todas as vertentes ideológicas.

O acaso ou o nada, são causas ainda não especificadas:

http://gilghamesh.blogspot.com.br/2014/10/o-acaso-ou-o-nada-sao-uma-causa-ainda.html



Urgente: o castelo de cartas da nasa, se desfez, ruiu:



Cabe a você decidir, ou você continua a ser gado de corte, ou então, você pode conhecer, estudar e analisar as evidências da verdadeira Ciência, em busca da verdade e se libertar da escravidão.

Você será perseguido, vilipendiado, humilhado, calado, visto com olhares e comentários gozadores, por essa busca, por essa batalha?

Com toda certeza, mas, no final, você sairá vitorioso. E é isso o que importa.

Seja um ser humano, não seja gado de corte.